Com o avanço tecnológico, as duas expressões se popularizaram e, juntas, conciliam segurança e transparência no tratamento de dados.

A era digital tem causado transformações significativas em todas as esferas da economia global. Um dos muitos exemplos a respeito da presença digital é o tráfego online de clientes, que não para de crescer. No entanto, à medida que mais pessoas realizam transações via internet, aumenta também o número de crimes cibernéticos, que envolve vazamento de dados, tentativas de fraudes de identidade e diversos outros golpes por parte dos criminosos.

Para se ter uma ideia, de acordo com um levantamento recentemente do Massachusetts Institute of Technology (MIT), casos de informações vazadas aumentaram 493% no Brasil. A pesquisa ainda revela que o país saltou de três para 16 incidentes relevantes no que diz respeito ao vazamento de dados nos últimos anos. Deste modo, com o risco crescente que pode gerar prejuízos financeiros, morais e de imagem para empresas e usuários, pautas relacionadas ao compliance ganham cada vez mais força.

A chegada da LGPD – Lei Geral de Proteção de Dados, por exemplo, tem como objetivo reeducar empresas e pessoas quanto à segurança digital e proteção de dados, priorizando aspectos como transparência, privacidade e consentimento. Em vigor desde 2020, a LGPD regula as atividades de tratamento de dados pessoais e a privacidade dos cidadãos brasileiros, determinando que empresas e órgãos públicos mudem a forma de coletar, armazenar e usar dados das pessoas.

Como o onboarding digital contribui para o compliance?

O termo compliance, que tem origem no verbo em inglês to comply, significa “cumprir”, e tem como propósito estabelecer um conjunto de disciplinas para obedecer às normas legais e regulamentares, às políticas e diretrizes de instituições ou empresas, assim como evitar, detectar e tratar quaisquer desvios ou inconformidades que possam ocorrer no âmbito corporativo.

Fazendo uma analogia com o mundo animal, buscamos no belíssimo trabalho das abelhas, uma exemplificação do que é “estar em compliance”. Cada abelha cumpre rigorosamente seu papel dentro das colônias, seguindo regras e uma disciplina natural para a aplicação do seu trabalho, tão fundamental para manter a ordem e a limpeza, tornando favos de mel padronizados e em total segurança. Ou seja, estão em conformidade cumprindo diretrizes de sobrevivência para ter êxito em seu trabalho, de forma natural e transparente.

No mundo corporativo, ou melhor dizendo, dos humanos, a expressão “estar em compliance” deixou de ser algo opcional entre as empresas, visto que o não cumprimento das leis pode levar a multas, ações legais ou perda de contratos. Deste modo, para estabelecer processos mais transparentes, o onboarding digital se torna um grande aliado.

Aplicando diversas tecnologias, como Inteligência Artificial e Machine Learning, que permitem um maior nível de automação nos processos de coleta, validação e gestão das informações recebidas pelo usuário durante a realização de um novo cadastro, a estratégia possibilita que o usuário conte com um processo ágil e transparente, sem qualquer interferência ou vazamento de suas informações durante a análise.

Deste modo, os dois processos se tornam complementares e devem estar alinhados. Enquanto o onboarding digital conta com a tecnologia para garantir processos seguros durante a validação cadastral, o compliance garante o cumprimento de leis e normas vigentes, com ética e transparência. Juntas, as duas práticas ajudam na governança e no dia a dia das organizações.

Vale reforçar ainda que, durante esse processo de análise cadastral, é importante contar com parceiros especializados e profissionais, que não armazenam informações sem o consentimento de terceiros. Diante de um período crítico no que diz respeito à segurança de dados pessoais, é importante seguir todas as medidas de compliance, assim como a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). Por isso, a Nextcode não faz salvaguarda de nenhuma imagem ou de dados sensíveis de seus clientes.

A Nextcode oferecemos soluções de prevenção a fraudes, embarcadas em alta tecnologia para verificação de identidade com agilidade e precisão, análise 100% automatizada. Estamos apoiando as instituições em seus processos de validação cadastral, e acima de tudo, prezando pelo relacionamento com seus usuários, com o propósito de identificar o que é realmente genuíno.

Não deixe de acompanhar nosso blog e entenda todas as precauções da Nextcode relacionadas ao processo de Onboarding Digital e a preservação de dados pessoais.

Luiz Penha

Luiz Penha

COO da Nextcode, grande vivência em infraestrutura de TI. Apaixonado por empreendedorismo e acredita que a segurança da informação é um dos grandes diferenciais das empresas.

Leave a Reply